Nossa mente inconsciente

Se para muitos o inconsciente é apenas a ausência de consciência e o colocam nas áreas mais antigas e inacessíveis do cérebro, para outros o inconsciente representa o lado oculto da mente onde ocorrem muitos fenómenos fundamentais.

Os cientistas já descobriram que a mente inconsciente também “está” e funciona nas zonas mais avançadas do cérebro, nomeadamente no córtex.

Estima-se que cerca de 98% daquilo que ocorre no cérebro faz-se no nível inconsciente.

Ou seja, os nossos pensamentos e todo o trabalho mental consciente representam apenas uns 2% da atividade do cérebro.

O inconsciente, precisamente porque se esconde do nosso conhecimento, tem exercido um enorme fascínio sobre as pessoas em geral e não apenas os estudiosos, em particular os psicólogos e os psiquiatras.

Para Freud, ele representava a camada mais profunda do psiquismo e era a sede de recalcamentos e da libido. Hoje já não se pensa assim.

O inconsciente parece escapar às leis do tempo, do espaço e da matéria. Ultrapassa mesmo o nível psicológico e abrange o espiritual. Rege-se por energias intrapsíquicas e está comprometido com a construção da mente, incluindo a memória, a emoção e o pensamento, e, mais importante ainda, é a sede da personalidade.

Suspeita-se também que é no inconsciente que são geradas as primeiras causas de muitas doenças. De facto, possui um potencial de energia poderoso que tanto pode ser fonte de bem-estar como de doença.

O inconsciente está também implicado na inteligência mas “evidencia-se como um outro nível de percepção cognitiva, diferente do processo cognitivo consciente” – esclarece a psicóloga G. Renate Moraes, investigadora e criadora da Terapia de Integração Pessoal e do Estudo Direto do Inconsciente.

No mundo do inconsciente produzem-se igualmente fenómenos tidos como paranormais e transcendentes e que começaram a ser objeto de atenção por parte da Psicologia interpessoal. É curioso que, sobre esta matéria, as neurociências e o budismo estão próximos. Seja como for, o inconsciente provou ser um dos conceitos mais robustos na psicologia pois todos os processos da vida mental estão ligados de algum modo com processos abaixo do limiar da consciência.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *